segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Zend Framework. Por onde começar?

O que é Zend Framework?
Zend framework é a framework PHP mais utilizada no mundo. É mantida pela enpresa homônima, que também é mantenedora da linguagem PHP. O Zend é amplamente utilizado pela confiabilidade e agilidade que proporciona aos projetos que o utilizam.

Vou fazer uma série de posts que explicam como configurar e utilizar o zend.

Neste primeiro momento, vamos nos ater a configurar o servidor, criar uma estrutura de diretórios e ver o projeto rodando. Mais adiante, partiremos para a integração com o ExtJS.

Para começar, faça download da versão mais recente do zend. Ele pode ser encontrado aqui.

Agora é necessário fazer algumas explanações. Existem diversas formas de fazer a mesma coisa. A galera do Zend disponibilizou algumas ferramentas que facilitam o trabalho e que nós utilizaremos.

Primeiro, devemos setar nosso ambiente de desenvolvimento. Eu, particularmente, prefiro utilizar o Wamp (download) quando em Windows e no Linux eu utilizo o Apache + PHP instalado via repositórios (tutorial). Ative o módulo de reescrita (no Linux e no Windows basta clicar no ícone do wamp perto do relógio e ir em Apache->Apache Modules->rewrite_module). Depois, instale o zend tool (instalar e utilizar).

Inicie o projeto com o zend tool e vamos à brincadeira. Hoje, estou trabalhando em Windows, então vou imaginar que você está usando o wamp e seu projeto está em c:\wamp\www\meuProjeto.

Se tudo houver dado certo, você deverá possuir a seguinte estrutura de diretórios dentro do seu projeto:


Descompacte o zend framework baixado anteriormente, renomeie a pasta descompactada para Zend e copie-a para a pasta library do seu projeto. Inicie o Wamp. Abra seu browser e digite:

http://localhost/meuProjeto/public
obs: caso tenha configurado um VHOST, digite: http://localhost/meuAlias

Esta tela deverá aparecer:


Pronto. Seu primeiro projeto está funcionando e online. Tá certo que foi só um Hello World, mas já é um início. No próximo post falaremos sobre MVC e como o Zend trabalha com ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário